CARNAVAL – A SATURNÁLIA MODERNA

O carnaval é uma festa anual que arrasta multidões as ruas das cidades e principalmente nos grandes centros das metrópoles. Uma festa que teve origem no antigo Egito  dedicada a deusa Ísis e adotada por muitos impérios adaptando-a a seus deuses em festejos da colheita.

Foi no império greco-romano, que obteve maior destaque nos festejo saturnais ou nas saturnálias festa dedicada a Saturno e a Baco divindades (entidades) considerados deuses da fertilidade e da orgia. Essa festividade era celebrada com uma espécie de carro alegórico em forma de navio, que era chamado de carrum navalis, daí a origem da palavra carnaval (a carne nada vale; também ganhou o sentido festa da carne, ou despedida da carne) esse carro era arrastado por cavalos ou força humana e normalmente levava a imagem cultuada e homens e mulheres nus oferecendo sexo como oferenda e gratidão pela colheita. Nessa festa, a orgia regada com muita bebida era livre. Ao longo dos tempos essa festividade foi se adaptando a realidade cultural e religiosa de cada povo.

O modelo carnavalesco de hoje, nada mais é, que a forma adaptada da saturnália romana, um culto as entidades que a Bíblia a palavra de Deus, considera demônios.
É uma festa satânica, em que a imoralidade, a prostituição, fornicação, adultério, a violência e acidentes se acentuam.

Os participantes dessa festa, de forma direta ou indireta, estão cultuando as entidades que camufladamente são cultuadas.

16 Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne.

17 Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis.

18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.

19 Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia,

20 a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos,

21 as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.

22 Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade.

23 a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.

24 E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.

Gálatas: 5.16-24

Pr. José Roberto Lira

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *